17 de dezembro de 2013


Uma das salas da Academia da GM Rio, foi cenário de uma das melhores reuniões que pude participar nos  últimos meses.  Se tratava da reunião do Grupo de Ideias, engajados na parte estratégica, onde o segmento presente eram os Subinspetores.   A reunião foi presidida pelo Inspetor Felício.  O grupo de Subinspetores presentes, tiveram o discernimento de não discutir naquela reunião o tema Plano de Cargos e salários, pois entenderam que é necessário uma apresentação clara e objetiva do trabalho feito pela DRH a cerca do tema, e entender qual o ânimos da Diretoria e Inspetoria Geral na intenção de modificar ou não o que já está produzido e a partir dai sim, se terá a visão da necessidade da discussão ou não dentro ou fora da GM Rio sobre o tema Plano de cargos e salários.
Tomando como base o conceito da palavra estratégico, o Grupo de Subinspetores em conjunto com o Inspetor Felício, deram um novo sentido a reunião e começaram a discutir temas que terão efeitos duradouros, um deles que merece destaque em nossa postagem, foi a necessidade do aumento do piso salarial em início de carreira. Hoje o salário do Guarda Municipal da cidade do rio de janeiro é um dos mais baixos pago a categoria a nível Nacional. Os Subinspetores disseram: 

" Nossos Guardas vão embora da Instituição na busca de melhores salários e condições de trabalho em outras instituições, quem teremos para trabalhar? Quem mobiliará os novos produtos que estão sendo lançados na GM Rio? Nossa instituição estará fadada a que no futuro?"

O grupo também discutiu a necessidade de se organizar as gratificações pagas no âmbito da GM Rio, a diminuição da carga de missões, a reformulação logística e o aprofundamento das ações visando a aposentadoria especial.   

Na próxima reunião dados de pesquisas estarão sendo levados para serem entregues ao Comando da GM Rio, com o objetivo de fortalecer a tese da necessidade imperiosa de aumentar o piso salarial pago aos Guardas em início de Carreira.