13 de fevereiro de 2012

Se apaga uma Estrela.


Segundo informações do site TMZ, publicadas no domingo, a autópsia realizada no corpo de Whitney Houston, encontrada morta no sábado, mostrou que havia água nos pulmões da cantora, embora se desconheça qual a quantidade, o que poderia determinar se ela morreu afogada ou se tinha morrido antes de ser introduzida na água.

De acordo com o site, as autoridades acreditam que Whitney pode ter se afogado após adormecer ou estar inconsciente pela combinação de um calmante misturado com álcool. A polícia teria encontrado aproximadamente meia dúzia de potes com pastilhas no quarto da cantora, incluindo o remédio Xanax.

Não foram encontradas substâncias ilegais. Segundo fontes ligadas à artista, Whitney era consumidora habitual de Xanax, que tomava para controlar a ansiedade.

Ed Winter, porta-voz do escritório legista do condado de Los Angeles, informou no domingo que terminou a autópsia no corpo de Whitney Houston, mas a causa oficial da morte só será conhecida dentro de seis ou oito semanas, assim que obtiverem os resultados de análise toxicológicas adicionais.

Winter revelou pouco sobre a autópsia em entrevista coletiva, mas disse que os médicos legistas não encontraram sinais visíveis de trauma ou de um ato criminoso.

Ele se recusou a comentar as informações divulgadas por diversos meios de comunicação que indicaram que Whitney tinha se afogado na banheira do quarto do hotel, possivelmente depois de sucumbir às drogas ou álcool.

- Não vou comentar sobre quaisquer medicações ou prescrições que obtiveram. Só posso dizer que o corpo foi encontrado na banheira. Acho que alguém o tirou da banheira e os paramédicos tentaram fazer ressuscitação cardiopulmonar - afirmou.

De acordo com informações do site TMZ, há suspeitas de que Whitney tenha morrido afogada na banheira. A cantora teria sido encontrada com o rosto submerso e as pernas para cima, pela sua cabeleireira, que estava no quarto.

Além dela, a estilista da cantora e dois seguranças estavam no local. Eles estranharam a demora de Whitney no banheiro - ela teria ficado lá dentro por mais de uma hora - e resolveram entrar depois que ela não respondeu aos chamados.

Ainda de acordo com o TMZ, ao encontrar a cantora inconsciente, a cabeleireira gritou e um dos seguranças tirou Whitney da banheira.

O site informa ainda que a polícia não teria encontrado drogas ilegais no quarto em que ela estava, mas havia vários vidros de comprimidos no local.

Segundo o site, não há evidências de que Whitney tivesse ingerido bebidas alcoólicas. Mas apenas quando sair o resultado a autópsia é que será possível determinar a causa de sua morte.

A filha da cantora, Bobbi Kristina, foi impedida pelos policiais de entrar no quarto onde ela estava o corpo de Whitney, que foi retirado do local em uma maca e levado para o necrotério. A jovem de 18 anos foi hospitalizada pela manhã no Cedars-Sinai, em Los Angeles, e recebeu alta durante a noite de domingo. Segundo o hospital, ela apresentava sintomas de estresse e ansiedade.