10 de maio de 2011

Reunião Produtiva!

Aconteceu nesta Terça-feira dia 10/05/2011, por volta das 14:30 min, a reunião do Secretário de Ordem Pública, com a Frente pro Servidores da GM Rio.
Valney:__ Pontuou que as reivindicações emergenciais feitas pela frente não eram absurdas, e nada foi pedido sem conhecimento de causa pois os que ali estavam foram buscar o conhecimento para poder iniciar esta negociação em prol dos Guardas Municipais;

Freire:___ Lembrou ao Secretário que a Guarda está com o Prefeito, que não somos oposição, mas que o Guarda está cansado de declarações desestimulantes e de se sentir tratado diferente, com a chegada da UOP. Disse também que o Guarda Municipal está como um pano esgarçado, que não tem mais para onde ceder, se for mais exigido e forçado ,irá rasgar;

( Logo de pronto o Secretário fez uso da palavra, e disse que, os Guardas Municipais não tem nenhuma culpa, da forma que a GM Rio foi administrada ao longo dos anos e que os Guardas hoje são parte do processo de mudança da GM Rio e que não se sintam fora do contexto);

Chagas:___ Destacou o mal momento que o Guarda vive hoje, com o quinto pior salário do estado do RJ. Falou que a estatização não satisfez os anceios do trabalhador Guarda. Falou que categoria está unida pelo sofrimento e que no Carnaval, quase parou. Falou também que tivemos um aumento de 4% e devido aos novos descontos nos contra cheques, perdemos em média uns 12% de nosso salário. Por isso ele entende que as propostas emergenciais ali apresentadas, não são absurdas e vão dar uma oxigenação no trabalhador, enquanto novas negociações vão avançamdo;

Alves:____ Reforçou a tese sobre importância da Guarda do Rio ser referencia Nacional, e que o Brasil começa a perguntar qual o tratamento que a Prefeitura do Rio da para a Guarda e qual a visão que a Câmara dos Vereadores tem do cenário. Citou também que a GM Rio é importante para a movimentação Nacional pela regulamentação das Guardas no Brasil. E é liderança no Estado do RJ. Com relação as propostas emergenciais ali expostas. Elas amenizariam um pouco este cenário e dariam uma melhorada no salário do Guarda;

Inspetor Pedro:____Falou que ali, estava a tropa do Prefeito e da Prefeitura, a tropa que marchou com ele quando ainda era Subprefeito, e que marchou em sua campanha e ainda marcha com ele para cumprir as metas. Por isso entende que as propostas serão atendidas;

A Vereadora Tania bastos:___ Falou que eatava ali muito tranquila, pois seu marido é Guarda e ela conhece muito bem o drama da GM Rio. Elencou que na audiência pública no dia 12/05/2011, o Prefeito ira saber o que se passa com O Guarda Municipal e que outros assuntos devem ser elencados;

Inspetor Gilson:____ Concordou com todas as falas e acrescentou que, é muito difícil comandar uma tropa que está desmotivada, uma tropa que está instalada em péssimas acomodações, enquanto que os novos guardas recebem tratamento diferenciado e novissimas instalações;

O Corregedor da GM Rio o Cel. Carlos Rodrigues, que representava o Cel. Lima Castro:____ Disse que a nova administração da GM Rio, esta voltada para o desenvolvimento de ações para motivar o Guarda Municipal e que entende as necessidades ali apresentadas, mas que também está alinhada com as possibilidades de realização da Prefeitura.
Fez uma declaração impactante, onde disse que a GM Rio deixou de ser CLT e hoje é nada, pois não há um estatuto criado e que o estatuto é a fonte de tudo. Logo em seguida reforçou que a nova administração estava pronta para colaborar no que fosse preciso;

Não houve animosidade, e o Chagas ainda falou um pouco sobre o espaço que vem perdendo o GET, para a CET Rio e as empresas terceirizadas.

O Secretário recebeu as propostas, ira despachar com o Prefeito e ira descuti-las no dia 12 na audiência pública.
Nesta reunião também estavam, procurador, Subsecretário e Assessora de Recursos Humanos.