18 de janeiro de 2016

VEJA A DIFERENÇA DO GOVERNO DE ALCKMIN E PEZÃO COM RELAÇÃO AS GUARDAS MUNICIPAIS


Resultado de imagem para PEZÃO E ALCKMIN

Se Luiz Fernado Pezão, ouvir a Geraldo Alckmin no contexto do trato com as Guardas Municipais.......


Na semana passada, de 12/01 à 15/01 de 2016, tive o prazer de tomar conhecimento, de mais uma grande atuação do Deputado Estadual de São Paulo, Chico Sardeli em prol das Guardas Municipais daquele estado.

Na verdade, este parlamentar já vem de muito longe militando em favor das Guardas. Não podemos deixar de evidenciar o assessoramento eficiente e eficaz do grande articulador, GM Carlinhos Silva, 
Resultado de imagem para carlinhos silva gcm
que contribui muito para que o parlamentar não entre em bola dividida, e só marque gols de placa em prol da classe GM.

Vamos então reproduzir a matéria que está estampada no  site do Deputado em epígrafe, para que não haja distorção na importante informação.

Conforme o http://www.chicosardelli.com.br/

Lei de Sardeli garante repasse de recursos para as Guardas

12105961_899383600153308_4584283479540233925_n
Agora é lei. Por iniciativa do deputado estadual Chico Sardelli (PV) o governo do Estado está autorizado a liberar recursos para as Guardas Municipais. O projeto de lei nº 649/2013 foi aprovado dia 15 de dezembro pela Assembleia Legislativa e promulgado pelo governador Geraldo Alckmin. A lei nº 16.111 foi publicada hoje (15/01) no Diário Oficial do Estado.
Pela lei, os recursos devem ser destinados exclusivamente às Guardas Municipais para aquisição de veículos equipados, coletes à prova de balas e uniformes. A proposta foi apresentada em setembro de 2013, fruto de discussões da Frente Parlamentar em Defesa das Guardas Municipais do Estado de São Paulo, coordenada por Sardelli. Por falta de uma legislação específica, o governo do Estado não podia repassar recursos diretamente para as Guardas Municipais.
“Agradeço ao governador Alckmin pela sensibilidade em promulgar essa lei, pelo reconhecimento ao trabalho da Frente Parlamentar. Trabalhamos muito nesse projeto, atendendo mais uma reivindicação das Guardas Municipais. O Estado não podia liberar recursos para as Guardas, por ser uma prerrogativa do município, mas nossa lei corrige essa falha e agora possibilitará o repasse direto às corporações. É uma proposta que vai se reverter em investimentos em segurança pública, beneficiando as corporações e a população”, comentou Sardelli. O deputado considerou ainda que, com as Guardas Municipais equipadas, o Estado também ganha em segurança. “A cooperação entre as polícias é fundamental no combate ao crime e na segurança dos cidadãos”.

Bem meus amigos e caros leitores do nosso Blog, já no estado do Rio de Janeiro a situação é inversa, pois a Prefeitura é que repassa verba para o Estado, saldar as suas dívidas.
Nós aqui do Blog dos Subs. não vamos nos ater a criticar as ações fundamentadas em cima de estratégias de gestão pública, mas somos categóricos em afirmar que há uma falta de comprometimento do Governo do Estado do Rio de Janeiro com todas as Guardas Municipais de nosso estado.
A falta de interação da Secretaria de Segurança PÚBLICA do Estado RJ, com as diversas secretarias de segurança dos municípios, vem deixando um hiato na segurança do cidadão.
As Guardas Municipais tem contribuído sobre maneira na diminuição dos problemas de segurança pública de proximidade que trazem um reflexo enorme na sensação de segurança das pessoas, mas hoje para fazer mais e melhor, precisam de uma participação mais presente do Governo do estado e da Assembleia Legislativa, para a amplitude de atuação das Guardas Municipais, prevista na Lei 13022.
Parabéns ao Deputado Chico Sardeli, pela bela atuação ao legislar pela Guardas Municipais do estado SP, e parabéns ao irmão GM, Carlinhos Silva, pelo belo assessoramento feito ao Deputado Chico Sardeli, que levam a iniciativas e realizações como essa.

7 de janeiro de 2016

TEMOS TUDO , SÓ PRECISAMOS OUVIR UNS AOS OUTROS E TRABALHAR JUNTOS DE VERDADE SEM SE PREOCUPAR COM AS LUZES.


Qual será o verdadeiro destino de nossas Guardas Municipais no Brasil?








FONTE da imagem: Portal das Guardas



Estamos muito próximos de ver o término do prazo para a adequação ou para o início da adequação da Lei 13022, que versa sobre a situação das Guardas Municipais no Pais.

Muito se falou até agora, mas de efetividade em ações, nós temos de concreto mesmo, são as ações feitas pelos Prefeitos que  foram extremamente simpáticos a Lei, pois também enxergaram um retorno imenso com a melhora da condição de trabalho dado as Guardas através da   Lei 13022, chamada de estatuto geral das Guardas Municipais.

Os mais de 100 mil profissionais da categoria, estão esperando um posicionamento oficial do Conselho Nacional das Guardas Municipais ou de uma outra entidade que esclareça verdadeiramente a todos, qual o caminho que será tomado, caso algum Prefeito ignore a Lei Federal 13022, e não crie uma lei municipal para que a guarda existente no município se adeque a Lei que regulamenta as Guardas em nosso Pais.

E´preciso agir antes do acontecimento do problema, e não há mais espaço para estratégias antigas que deram muito certo no passado, hoje precisamos de ações mais estratégicas, precisamos de estadismo, e  tecnicidade. 

O objetivo precisa ser alcançado com trabalho de equipe, precisamos das pessoas nos lugares certos e com suas potencialidades a todo vapor. é chegada a hora do projetista, do articulador, do mobilizador, do estrategista, do orador, do agregador, e de todos aqueles que realmente podemos confiar uma especialidade que será desenvolvida.

A guarda que estamos buscando remontar e conduzir, não será para nós, ela será para os filhos da sociedade, por isso não há mais tempo de buscarmos a titularidade de quem fez ou quem irá fazer. Nós precisamos é fazer, fazer e fazer!

Cada Estado PRECISA se reunir e afinar o seu discurso internamente, buscando evidenciar suas dificuldades a enfrentar, pois suas conquistas, não são mais problemas, por isso são conquistas. vejo a necessidade de um encontro dos estados, de forma direta e objetiva, através de comissões de representantes para tratarmos de uma postura única frente a um comportamento diferente  que seja adotado pelos poderes executivos municipais, do que está previsto na Lei que tanto lutamos e discutimos por anos, para que fosse criada e aprovada .

6 de janeiro de 2016

Um Gestor de Guarda Municipal na Baixada Fluminense no Estado do Rio de Janeiro


Simplicidade, muita cultura, espirito de integração, e muita vontade de fazer mais e melhor.

É assim que definimos o Sr.  Worton Câmara França Junior, o Comandante Worton da Guarda de São João de Meriti.


Em 26 de Novembro de 2015, estivemos fazendo uma visita a este grande Gestor, para além de rever um grande amigo, também passar bases de um projeto interessante para integração entre Guardas do Estado do Rio e buscar informações sobre consorcio municipal.

Conversamos muito, e tivemos a grata satisfação de ter uma aula de empreendedorismo e motivação. Soubemos de  avanços e conquistas na GCM de São João como;
A construção do Canil,
a bem sucedida experiencia do projeto com crianças e adolescentes,
que acontece nas dependências da própria Guarda de São João,





 a aquisição de equipamentos para a academia de ginastica, a climatização de todos os setores da Instituição,  e os diversos avanços nas tratativas com o Executivo Municipal.

Comandante Worton, lá pelos idos de 2013, nas prévias para construção da chapa para concorrer a Presidência do Conselho Nacional das Guardas, no auditório da Federação das Associações de Servidores Públicos na cidade do RJ, teve o nosso voto por duas vezes, não ganhou as prévias por apenas um voto.
Quando o assunto se envereda para a seara do Conselho Nacional das Guardas, ele é categórico e afirma:
" Eu parei e analisei: não adianta eu tentar resolver fora, se dentro da minha casa está precisando de ajustes e concertos".

Nós também concordamos com esta afirmação e vemos claramente o trabalho do Gestor Worton, caminhando nesta direção, pois ele vem articulando, fazendo parcerias e alianças, que tem rendido muitos bons frutos para a Guarda de São João de Meriti.

Comandante WORTON, é uma pessoa que vale a pena conhecer, e vale a pena ter como parceiro pois é um verdadeiro agregador, e totalmente disposto a transformar.

Matéria:
Subinspetor Alves, GM Rio.

CARTEIRADA DO BEM: APLICATIVO AJUDA CIDADÃOS A COBRAR SEUS DIREITOS






Você sabia que existe uma lei, válida em todo o Estado do Rio, que estabelece multa de até R$ 2 mil para restaurantes que se recusarem a fornecer gratuitamente água filtrada aos clientes? 

E que aquele couvert deixado displicentemente pelo garçom na mesa não pode ser cobrado caso ele não tenha sido pedido?
Tem também a lei do cheque caução: no Rio, hospitais particulares são proibidos de exigir garantia de pagamento na hora da internação. E mais: trabalhadoras do setor público e privado têm direito a um dia de folga remunerado no ano para fazer exames preventivos. Motéis são obrigados a fornecer preservativos. E nas entregas de produtos e serviços, o consumidor pode escolher o turno para que isso seja feito: em caso de falha na primeira tentativa, a pessoa tem o direito de determinar dia e horário para que isso ocorra.
Outra lei importante é a que destina vagões de trens e metrô exclusivos para mulheres nos horários de pico - e que pode ser atualizada em breve, prevendo multas para as concessionárias que descumprirem a norma. O projeto de lei 796/15, que está na pauta da Alerj desta terça-feira (06/10), prevê multa de até 10 mil UFIRs-RJ às concessionárias que não cumprirem a norma. Já o homem que estiver no vagão exclusivo e se recusar a sair poderá receber multa de 57 a 361 UFIR-RJ. A proposta é do deputado Jorge Picciani (PMDB), presidente da Alerj e autor da lei original, e da deputada Martha Rocha (PSD).

Se você não sabia de nada disso; ou sabia, mas não tinha como provar, a partir de agora, já tem. Com o aplicativo “Carteirada do Bem”, que a Assembleia Legislativa do Rio acaba de disponibilizar para os sistemas IOS e Android, basta ter um smartphone na mão para o cidadão cobrar os seus direitos. O aplicativo é gratuito e pode ser baixado via Google Play e Apple Store ou pelo site www.carteiradadobem.com.br.

Para o seu lançamento, a Subdiretoria de Comunicação Social da Alerj selecionou, com a ajuda da Comissão Permanente de Defesa do Consumidor da Alerj e da comissão do Cumpra-se, 61 leis estaduais. Elas foram divididas em cinco categorias: lazer, compras, serviços, transportes e saúde.
Intuitivo, o aplicativo traz um resumo da lei, seu texto na íntegra, as penalidades previstas e ainda oferece a possibilidade de compartilhar a experiência nas redes sociais e denunciar o descumprimento da lei ao Procon e ao Alô Alerj - ouvidoria da Assembleia que agora conta também com whattsap (21-988904742).

FONTE:
ALERJ noticias

5 de janeiro de 2016

2016 CHEGOU E NÓS ESTAMOS AINDA PRONTOS PARA NOVAS REALIZAÇÕES!!!!!

Bom inicio de semana e de ano a todos os nossos leitores e colaboradores.

Desejamos que o ano de 2016, seja prospero para todos nós e que possamos através de nosso Blog, veicular informações que possam agregar valor de real importância a todos que nos prestigiam.



DIRETORES da ASSOCIAÇÃO dos SUBINSPETORES das GUARDAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 

(ASSUGMERJ)



DIRETORES da ASSOCIAÇÃO dos SUBINSPETORES das GUARDAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 

(ASSUGMERJ)


PRESIDENTE 
da 
ASSOCIAÇÃO dos SUBINSPETORES
das GUARDAS do ESTADO RJ 

3 de dezembro de 2015

MAIS UMA GUARDA QUE CAMINHA NA DIREÇÃO DA REGULAMENTAÇÃO


ALIANÇA, PARCERIA, PROJETOS E COOPERAÇÃO.
ESSE É O CAMINHO. 

Chegou a hora de conhecermos um pouco da 
Guarda Municipal de Vitória/ES
Atuando em uma cidade que é Capital do Estado do Espírito Santo, com população estimada em 355.875 habitantes, a Guarda Municipal de Vitória conta com aproximadamente 500 Guardas, divididos Grupamento Comunitário e Grupamento de trânsito. Ou seja Guardas destinados só para o trânsito e Guardas só destinados para a parte comunitária, que é a segurança do cidadão, dos próprios municipais e etc.

Os Guardas Comunitários trabalham com armamento Letal, já os Guardas de trânsito não trabalham armados.

quem chega a cidade e começa a transitar por ela, logo percebe que há uma diferença de atuação, não só pela empregabilidade mas também pela identificação visual, pois as viaturas são diferenciadas e os uniformes também.


Mas o trabalho de ambos os segmentos, são realizados com muita competência. 

Depois de muitas tratativas o cenário que descrevemos acima, está caminhando para uma unificação, pois os Agentes de trânsito fizeram curso visando completar grade curricular, o que é fundamental para que os dois grupamentos possam ser unificados e todos tenham a mesma prerrogativa.

Esta unificação passa por um momento delicado, pois há correntes a favor e correntes contra, pois um lado quer a unificação, abarcada de todas as vantagens que também são pleitos de tropa e há previsão legal, pois estão todas contidas na Lei federal 13022. O outro lado entende que a unificação é um pleito também antigo e mesmo não vindo acompanhado de mudança no plano de cargos de salários e outras questões, deve ser realizada, e a partir dai todos juntos devem partir para novas articulações e tratativas visando as conquistas necessárias.

Na visita que fizemos as instalações da Guarda de Vitória, onde tivemos como anfitrião o Guarda Borges,
que é o responsável Estadual, da rede de Ensino a Distância do SENASP . Conhecemos bases comunitárias, setor de manutenção de viaturas, a antiga base que foi comprada pela Prefeitura e hoje está interditada, 





estivemos no curso de atualização dos Guardas Comunitários,

visitamos um setor que é semelhante ao 190 aqui no estado do Rio, o setor de monitoramento e tivemos acesso a interessante estrutura de remuneração e operacionalização de emprego de instrutores Guardas, na área de ensino que é chefiada pelo Coordenador Medeiros.

Mesmo antes da tão sonhada e necessária unificação, dados de uma pesquisa feita, mostram que os Homicídios cairam 10% no Estado do ES em um ano.
O número de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) caíram 10% no Estado do ES, em relação ao ano passado. Este é o melhor resultado já obtido nos primeiros 11 meses do ano, desde que foi criada a série histórica. Em 2014 foram registrados 1.409 homicídios dolosos contra 1.274 entre janeiro e novembro de 2015.
Na Grande Vitória

A redução foi ainda maior na Grande Vitória. Chegou a 19% quando comparada ao mesmo período de 2014. Vitória apresentou a maior queda: cerca de 48%; Vila Velha teve a segunda maior redução, com 25%, seguida por Cariacica, com 18%, Guarapari, com 15% e Serra, com 7%.

Essa é a Guarda Municipal de Vitória que está no caminho de uma adequação a Lei federal 13022.

Parabéns aos Guardas de Vitoria, pelo belo trabalho desempenhado na cidade, e pela luta para construir uma Guarda com condições de trabalhar mais e melhor pelo povo de Vitória. 



28 de novembro de 2015

GM-Rio forma numero expressivo de Instrutores de tecnologia não-letal

A Guarda Municipal do Rio de Janeiro (GM-Rio) realizou, na manhã de terça-feira, dia 24, a formatUra dos guardas municipais que participaram do Curso de Instrutores  Multiplicadores do Treinamento de Operador de Instrumento de Menor Potencial Ofensivo (IMPO). A solenidade, realizada no Batalhão da Guarda, contou com efetivo de representação de 60 GMs, que receberam certificado e brevê. O curso foi realizado por meio de um acordo de cooperação entre a GM-Rio e a Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP).
Resultado de imagem para senaspResultado de imagem para condor não letais

Ao todo, 159 guardas municipais foram capacitados no período de 5 a 22 de outubro. As turmas foram compostas por instrutores da Academia de Ensino e guardas dos grupamentos especiais e de inspetorias regionais. Durante as instruções, os agentes puderam fazer treinamentos com diversos instrumentos não-letais, como lançadores AM-600 e AM-630, granadas lacrimogêneas, de efeito moral e de luz e som, pistola de eletrochoque e spray de pimenta aerosol e espuma.Resultado de imagem para materiais condor naõ letais 

Alguns dos equipamentos usados no treinamento já estão sendo empregados pela GM-Rio nas operações diárias.

Além das aulas práticas, o curso também contou com matérias que visam preparar os guardas para o uso adequado dos novos instrumentos, como Uso Diferenciados da Força, A importância da GM-Rio na Segurança Pública Municipal e Defesa Pessoal. A importância desse tipo de preparação do efetivo foi destacada pelo comandante da GM-Rio, Rodrigo Fernandes, durante sua fala aos GMs.

"A conclusão do curso faz parte de um ciclo que envolve capacitação, investimento em equipamentos e reestruturação da Diretoria de Operações, visando preparar ainda mais o efetivo para os Jogos Olímpicos, mas principalmente para servir a cidade. Nosso objetivo é capacitar os guardas para que possam atuar nas ruas sempre com técnica e tática, utilizando com sabedoria esse tipo de equipamento" – afirmou.
Formatura Condor_baixa_DSC_0016

O comandante ainda elogiou a atuação dos agentes que já vêm fazendo uso dos instrumentos não-letais e destacou o comprometimento e a disciplina dos guardas na rotina diária de operações e patrulhamento.
 Formatura Condor_baixaDSC_0085
A cerimônia de formatura também contou com membros do comando da GM-Rio, representantes da empresa Condor Tecnologias Não-Letais, que ministrou o curso, e do coronel Paulo César Amêndola, que recriou e comandou a GM-Rio.
formatura Condor_baixa_DSC_0041

Fonte: GMnet-GM-Rio