23 de fevereiro de 2015

SUBINSPETORES e DEMAIS SERVIDORES PRESTAM ULTIMA HOMENAGEM EM ENTERRO DE COLEGA ASSASSINADO NA ROCINHA.

Foi no dia 22/02/2015 no cemitério São João Batista as 14:00 horas, o enterro do Subinspetor Borges.
Muita comoção envolvia o local, parentes amigos e diversos colegas de trabalho, entre eles, 

Subinspetor Geral, Coordenadores, Inspetores, Líderes, Guardas Nivelados e SUBINSPETORES.
A família inconformada com a barbaridade, amigos totalmente desolados e os Colegas de corporação também irmanados com os mesmos sentimentos e desolados com a perda de um fantástico Profissional.

Várias homenagens foram feitas, Coroas de flores, orações, poemas e por ultimo o canto da canção do Guarda Municipal.


Acreditamos no trabalho investigativo da Polícia Civil do RJ e com certeza este caso será resolvido e a justiça será feita.

21 de fevereiro de 2015

Subinspetor da GM Rio assassinado na Rocinha.

Estamos de luto.

mais um Guarda vítima da violência no Rio de Janeiro.
Subinspetor Borges foi encontrado morto na Favela da Rocinha de ontem para hoje.
Seu corpo já está no IML. Procedimentos estão sendo feitos para a liberação do corpo.



Subinspetor Borges era morador antigo da comunidade da Rocinha, atualmente não morava lá.
Informações preliminares colhidas no próprio IML, junto a família, dão conta da ida de Subinspetor Borges a Rocinha para receber um suposto aluguel, de onde não mais retornou para casa.

Para nós Subinspetores e para a GM Rio é uma grande perda de um profissional extremamente competente, humilde e muito humano.

Que sua alma descanse em paz, e que Deus conforte com seu manto sagrado todos os amigos e principalmente seus familiares.

20 de fevereiro de 2015

NOSSO FOCO AGORA É OUTRO

José Luis da Silva Alves:
É Subinspetor da GM Rio
Foi Vice Presidente do (CNGM);
É Presidente da (ASSUGMERJ);
É pós Graduando em Processo decisório em políticas públicas e Especialização em administração Pública;
Atualmente ocupa o cargo de Subdiretor de Ensino da Academia de Ensino da GM Rio;
E foi membro atuante na conquista da regulamentação das Guardas Municipais.



Ainda me lembro como se fosse hoje, as diversas reuniões, eventos, debates acalorados, congressos e mobilizações que participei junto com tantos companheiros e companheiras, visando conquistar uma legislação que regulamentasse a nossa profissão de Guarda Municipal.

Muitos amigos que conquistei no estado do RJ e pelo Brasil afora, foram em torno deste debate e desta procura por uma Lei específica que regulamentasse a profissão Guarda Municipal neste País.

Foram anos de trabalho, sacrifício, incompreensão, descaso, e até ingratidão. Cada um de nós que foi lá lutou e deu tudo de si como pode, ajudou sobremaneira a construir e pavimentar um caminho que se transformasse em uma ponte segura para o conquista dos objetivos de toda uma categoria de profissionais composta por Homens e Mulheres que estavam cansados e cansadas de não verem seus futuros profissionais serem tratados com no minimo, o respeito necessário.

Pois é, depois de longos anos, depois de um verdadeiro eclípse jurídico, vimos juntos independente de quem estava a mais tempo ou a menos tempo nesta luta, vimos o dia da nossa vitória acontecer.

Nossa regulamentação hoje é uma realidade, mas infelizmente sua execução ainda não acontece de forma homogenia. a demora de nossos antigos dominadores de digerir a nova realidade do ambiente Institucional das Guardas Municipais, deve ser entendida por nós como um movimento antagônico porem sem resultado eficaz.

Não há mais espaço para discutir sobre, poder de polícia das Guardas, sobre porte de arma das Guardas, sobre a atuação das Guardas. Hoje é fundamental focarmos nossos esforços na execução da Lei com equidade, sem diferenças, estimularmos a criação de equipes de transição dentro das Guardas para que as funções fossem sendo assumidas gradativamente

Como Gestores teremos uma maior amplitude de atuação, por isso é preciso que busquemos a especialização, precisamos focar nos cursos de Gestão, nos cursos de Administração Pública, precisamos entender sobre como se forma o orçamento e tantas outras questões ligadas aos cargos de Gestor.

Em um momento não tão distante seremos "CAPITÃES DE NOSSAS ALMAS E SENHORES DE NOSSOS DESTINOS" 

19 de fevereiro de 2015

ASSUGMERJ já está investindo em material informativo para toda a tropa GM Rio


Este ano vamos dar vida a um projeto que moldamos no começo do ano passado. A falta de verba nos impediu de por em prática mais cedo este projeto do jornal informativo, mas graças ao apoio de nossos associados nós conseguimos a receita par dar início ao nosso Jornal Informativo.


















12 de fevereiro de 2015

Grande PARCERIA concede boa margem de descontos aos associados da ASSUGMERJ

A aproximação já estava alinhavada a um bom tempo, mas foi nessa semana depois de uma importante reunião da Diretoria da ASSUGMERJ,
que foi possível impulsionar a grande parceria.








Através de um Consultor Belcorp,
foi possível fixar uma margem de desconto considerável nos produtos Franceses  comercializados pela Empresa Lebel e os produtos mais comercializados na America Latina pelas empresas Ésica e Cyzone. Todas as três marcas administradas pela Líder e conceituada Belcorp no ramo dos cosméticos, perfumaria e produtos para toda família.

Através da parceria direta com o Consultor, todos os produtos  adquiridos pelos Associados da ASSUGMERJ, terão um desconto de 15% ficando de fora só os produtos em promoção fixa.

Os produtos de altíssima qualidade,
já tem um preço atraente pelo fato da empresa operar no sistema Multinível e com essa margem de desconto, realmente os associados da ASSUGMERJ saem realmente ganhando com esta parceria.

O Presidente da entidade juntamente com a sua Diretoria terá a missão de disponibilizar os catálogos de produtos para a apreciação dos associados como também a grande oportunidade para os que queiram fazer parte do bem sucedido grupo de Consultores Independentes da Belcorp.

Servidores ficam exaustos de buscar reuniões para terem melhores explicações sobre PROCESSO DE PROMOÇÃO e recorrem a justiça.

Mais de 60 servidores entraram com remédio jurídico
para se defender de distorções que podem desequilibrar o processo de promoção na GM Rio.

Sem uma data prevista para acontecer, mas sendo realizadas as etapas de estruturação, o processo de promoção
precisa ser realizado na GM Rio.  A demora com relação a promoção dos Servidores tem trazido reflexos negativos, tanto na área operacional como na área humana.

Em virtude de tudo que tem se visto, em virtude do que está contido na Lei 135,
que hoje define o processo de promoção e a carreira, servidores buscaram apoio no Sindicato da categoria (SISGUARIO) e na Associação de classe (ASSUGMERJ), para impetrar uma solução jurídica, visando a garantia de participação no processo de promoção, de forma a preservar questões fundamentais como por exemplo a antiguidade e evitar o acontecimento de danos que possam ser irreversíveis na carreira profissional.

Os Dirigentes das duas entidades em uma reunião deixaram claro que há totais condições para que mais pessoas façam parte da ação. Basta fazer contato tanto na ASSUGMERJ como no SISGUARIO, para pegar as informações de como fazer parte da ação.


11 de fevereiro de 2015

2015 SERÁ UM ANO DE PROATIVIDADE DA ASSOCIAÇÃO QUE TEM INTEGRANTES DA CADEIA DE COMANDO.



Diretoria da Associação dos Subinspetores se reuniu no dia 04/02/15 e trataram de assuntos extremamente estratégicos.

O resultado da reunião foi muito positivo e já na primeira semana  após a reunião , foi colocado em prática o plano para cumprir uma das metas estipuladas para 15 de Abril de 2015.

Um jornal informativo já está em fase de elaboração. O que podemos adiantar é uma imagem

que  será utilizada para servir de inspiração para a matriz do visual do Jornal que a princípio terá uma peridiocidade inicial trimestral e será distribuido inicialmente nas portas do BG, UOP Centro, Bambina e outras uinidades.

Tendo um Guarda como o Jornalista responsável, o jornal informativo vai abordar temas de interesse geral e a cada edição irá se aperfeiçoando e buscando cada vez mais a confiança de cada leitor.



3 de fevereiro de 2015

Oficiais da POLÍCIA MILITAR MAIS UMA VEZ BUSCAM SE TRANSFORMAR PARA REVITALIZAR A IMAGEM E GUARDA MUNICIPAL CONTINUA NÃO AVANÇANDO MESMO COM LEGISLAÇÕES FEDERAIS FAVOR.

Parabéns aos Gestores da Polícia Militar do Rio de Janeiro (Oficiais) que vem fazendo de tudo para recuperar a imagem da PMERJ.


Para que é estudioso e acompanha a evolução das ações na área da segurança pública, tem uma percepção clara de que o Governo Federal tem legislado sobre maneira, para o avanço das Guardas Municipais. É notório também, que o aparelho dos estados chamado Polícias Militares, tem atuado de formas que não vem agradando nem aos governantes e nem a sociedade. 

Mas isso tem um motivo. Na contra mão vemos que  as políticas de governo, na área de Segurança Pública, não promovem condições para que seus operadores alcancem resultados eficazes,com o mínimo de segurança e sem contar que é depositado nas costas largas das polícias a responsabilidade da presença do Estado e de uma distante pacificação.

Trazendo a temática para o Estado do Rio de Janeiro, é difícil de entender um estado dilacerado pela força das facções e milícias, que implantam o medo na população e ver mais de 70% do estado tendo Guardas Municipais que vem sendo mesmo depois da aprovação de uma regulamentação federal, tamponadas, sufocadas e impedidas de pelo ou menos iniciar o processo de transição para uma Guarda mais atuante de forma renovada dentro de seus municípios com o Comando de seus próprios quadros.

Hoje quando se fala em distorções na Segurança Pública, não tem como não se pensar e se reportar a cidade do Rio de Janeiro. Uma cidade com complexos de morros povoados por favelas, com população carente de assistência do Estado, Municipio e União, onde os conflitos armados e violentos são constantes, onde o contraste social se apresenta como se fosse natural, onde o numero de policiais assassinados chegou a números alarmantes no ano de 2014, onde o crime migrou para as áreas residenciais e onde há uma Guarda Municipal com 7000 servidores.  É inconcebível aceitar sem estranhar a Polícia buscando a proximidade com o cidadão quando este tipo de ação é função específica da GM Rio, o viés socio comunitário jamais será percorrido com eficácia pela Polícia Militar, pois é uma questão de especificidade e natureza. Na verdade o que realmente deveria ser feito é a assunção do patrulhamento de proximidade feito pelas Guardas Municipais que, liberariam o efetivo policial militar, para ações mais focadas em suas especificidades no combate ao crime realizado pelas facções e pelas milicias em nossa cidade.
Enquanto a cúpula de Gestores Guardas da GM Rio, continuarem gastando seus esforços, capital intelectual e a larga experiencia adquirida ao longo dos anos de prestação de bons serviços ao sistema de segurança pública municipal, para articular a permanência de seus DASs visando a incorporação na aposentadoria,e a nobre função só  da execução e nem se quer destacar grupos para que pensem Guarda Como eles querem mais não podem pensar, nós continuaremos a perder espaço e atuar de forma que não traga prestigio em grandes porcentagens para a Importante Instituição GM Rio. 

É hora do Grito de Liberdade!!! 



10 de janeiro de 2015

SAIBA UM POUCO MAIS SOBRE A COMPOSIÇÃO DA NOVA GESTÃO DO SISGUÁRIO.

Neste mês de Janeiro o Presidente do Sisguario, GM. Rogerio C.  Tomou uma atitude inovadora, ao abrir a diretoria da entidade e ampliar os cargos existentes,  a todas as classes existentes na GM Rio e sem contar que também franqueou no Sisguario a presença de representantes das Associações.
Novos rostos surgem na entidade, e salutar foi constatar a presença dos integrantes da Cadeia de Comando, na nova estrutura.
Em uma entrevista feita ao Presidente por telefone, perguntamos se a nova estratégia utilizada para compor a nova gestão teve resistência dos antigos integrantes e se ele próprio não teve receio em faze-la. O Presidente disse assim:

 -" Ao longo dos anos tive erros e acertos. Com a retomada do Sindicato, com a responsabilidade de estar na Vice Presidência de uma das mais importantes centrais Sindicais deste País, com o brilhante resultado conquistado nas articulações de coordenação nas eleições 2014  e com a condução de uma Federação a todo vapor, eu não podia errar em não proporcionar uma gestão sindical participativa. Me orgulho muito de ter a presença hoje na estrutura, de  Inspetor Regional, Inspetores, Subinspetores,Líderes e Guardas do Nível. Vamos juntos buscar com essa renovação
o que a categoria precisa e o que cada Pai e Mãe de família merece nesta nossa Guarda Municipal do Rio de Janeiro. E com relação ao temor, ele não exite e nem existirá, caso as coisas não funcionem no devido tempo e na necessidade nós realizamos a troca, e vamos em frente. Mas não abriremos mão de uma gestão participativa".

Nós da Associação dos Subinspetores, nos orgulhamos de ter 04 Diretores fazendo parte desta nova gestão que com certeza trará grandes vitórias ao longo de sua jornada.